quarta-feira, 23 de junho de 2010

Parabéns Sonic!

Faz hoje 19 anos que nasceu um dos personagens mais icónicos e memoráveis dos videojogos, que acabou por se expandir para filmes, séries televisivas etc... 

 Falo obviamente de 
Sonic The Hedgehog


PARABÉNS!



Fiquem aqui com alguma informação sobre o ouriço:

segunda-feira, 21 de junho de 2010

WTF Generation Top 10: 'As melhores músicas dos AC/DC'


O Top 10 está de volta, desta vez com os Deuses (ou demónios) da música, os grandes e míticos AC/DC!!!

Quais serão as suas melhores músicas? A minha opinião já a seguir.










10º Hells Bells



A primeira música cantada por Brian Johnson após a morte de Bon Scott. Excelente, e sem dúvida uma das mais calmas dos AC/DC.

9º Hard as a Rock



Badass name? Check. Kickass music? Check. Epic guitarrist? Check. Amazing vocals? Check.

8º Shoot to Thrill




Para dar um toque mais moderno, fiquem com a música num videoclip com partes do filme Iron Man 2.
Sem dúvida um música de Rock N' Roll inesquecível!

7º Rock n' roll ain't noise pollution




Podem crer que não é. Caguem nas novas tendências de pop e essas merdas todas tipo Justin Bieber e Lady CaCa e oiçam rock. Porque rock não polui. Porque rock é música a sério. Porque rock é mais do que por um videoclip de alguém com a cabeça em baixo a falar de amor. Rock é alguém com a cabeça levantada a dizer porque é que o mundo em que nós vivemos hoje em dia está tão fodido. Rock é uma sátira, uma crítica, uma maneira de combater "O Homem". Eles tentaram destruir o rock ao criar a MTV. Mas não conseguiram nem nunca hão-de o fazer.
ROCK N' ROLL AIN'T GONNA DIE!

6º T.N.T



WATCH ME EXPLODE!!! Esta música, basicamente, é PURO E DURO rock n' roll! Memorável!

5º LET THERE BE ROOOOOOOOOOCK!


Muitas das músicas dos AC/DC têm nomes espectaculares. Big Balls, Hard as a Rock, War Machine e muitas outras... Mas esta... no words! ROCK N' ROLL FOR LIFE!

4º You Shook Me All Night Long


Abanaste-me todo! Mais uma música que comprova o que disse acima. É das minhas favoritas (como todas as outras). Videoclip épico já agora.

3º Highway to Hell



Não há pessoa que se preze nesta sociedade que não conheça esta música.
I'm sure I'm goin' there too!


2º THUNDERSTRUCK!!



Até escrevi o título em maiúsculas e com pontos de exclamação para demonstrar o WIN que esta música é. Se eu fosse a um concerto dos AC/DC, teria de ser esta que eu adoraria mais. Esta é a maneira badass de ser dizer 'You just got owned!'; 'You've been... THUNDERSTRUCK!'
A sério... Não tenho palavras. Aquela introdução de guitarra e bateria é das melhores de sempre. Sem discussões.

1º Back in Black



Não, vocês não estão surpreendidos. Sim, esta é a melhor música de sempre. Algo mais a dizer?


ROCK N' ROLL AIN'T NOISE POLLUTION!
ROCK N' ROLL AIN'T GONNA DIE! 

Aproveito ainda para vos deixar a melhor actuação ao vivo já feito pelo Homem.
Sim, é epica.
 

 

terça-feira, 8 de junho de 2010

Enigmático vídeo de Mortal Kombat a circular pela Internet!

Tem circulado pela Internet, um enigmático vídeo acerca de Mortal Kombat. A curta de 7 minutos introduz-nos a várias personagens do universo MK como Reptile ou Jonhy Cage num ambiente urbano e contemporâneo (algo diferente do que estamos habituados a ver em MK), nesta curta podemos ver um detective a informar um recluso acerca de vários serial-killers e psicopatas à solta nas ruas que têm de ser parados. O conteúdo do vídeo, é no mínimo visceral e pesado e com uma qualidade (tanto a nível de guião como de efeitos especiais) demasiado elevada para ser fake. Mas o representa este vídeo? Um promo para um novo jogo da franquia Mortal Kombat? Grandes hipóteses, a E3 está aí à porta. Ou será um forte indício de um novo filme? (Por favor não!) De qualquer maneira, esta é uma curta que não deixará ninguém indiferente!
Fiquem com o brutal vídeo:

domingo, 6 de junho de 2010

Half Life 2: Episode 3 a caminho?

Recentemente, a Valve anunciou o cancelamento da conferência para a demonstração de Portal 2, a sequela a um dos jogos mais originais e geniais desta geração de consolas, prometendo em vez, no mesmo dia, uma "surpresa", será que esta surpresa pode vir a ser HL2: Episode 3 ou HL3?
Parece mesmo que sim segundo esta imagem:


Relembramos que o fim de Episode 2 só pode ser caracterizado como um dos fins mais "F***-se Cªr+lho-não-tava-nada-à-espera-desta-m**da!" em todas as formas de entretenimento e que deixou os fãs sedentos por um novo capítulo. Já lá vão quase três anos, portanto não era nada mau que isto fosse verdade...

Análise a "God of War 3"







"Conclusão épica para uma saga épica!"







A saga God of War é uma das melhores e mais conhecidas da PlayStation 2. Começou com God of war em 2005 e depois God of War II em 2007 para a PS2, e ainda jogos de menor importância, como God of War Chains of Olympus para a PSP e ainda God of War Betrayal para o telemóvel. E no início deste ano chegou God of War 3, que veio a ser o fim da trilogia.

 'Give me your head if you don't mind..."


Mal inserimos o God of War 3 na Playstation 3 deparamo-nos com uma abertura simplesmente espectacular que conta a história dos jogos anteriores através de silhuetas que lembram as pinturas gregas. Porém não irei contar a história para evitar spoilers a quem ainda não jogou os dois primeiros jogos, visto que a história é muito boa.

No que toca aos gráficos, são mesmo brutais! O Kratos está com um pormenor incrível, tanto que até é possível ver os seus poros. Os cenários também estão muito bem detalhados e são “vivos”. Está sempre alguma coisa a acontecer no cenário, desde lutas a almas penadas a caírem e a gritarem. O sangue também está muito bem feito, e chega a manchar o chão e o próprio Kratos. As outras criaturas também têm excelentes gráficos, especialmente os inimigos mais comuns. Só é pena o facto de algumas personagens e criaturas não estarem tão bem trabalhadas como o Kratos.



 'KRATOS SMASH!'

O som, como não podia deixar de ser, está impecável! God of War 3 conta com uma banda sonora épica como os jogos anteriores. Os efeitos sonoros, como espadas a rasgar criaturas, etc., estão cinco estrelas.
Como muitos devem saber, o God of War 3 teve uma versão totalmente em português (mas obviamente que se pode escolher entre português e a língua original, entre outras línguas) e devo dizer que as vozes portuguesas nem estão nada más. “Vê-se” que se preocuparam em fazer vozes de qualidade para este jogo. Porém, enquanto que as vozes portuguesas estão boas, as vozes na língua original (inglês) estão perfeitas.


Neste jogo, a jogabilidade sofreu algumas alterações em relação aos jogos anteriores. Neste fim da trilogia, as armas estão associadas às magias, pelo que se se mudar de arma, muda-se automaticamente de magia, dos botões direccionais, o que é mais prático do que nos jogos anteriores em que se tinha de clicar Start para escolher para qual arma tinha-se a possibilidade de mudar. Também é possível girar para quatro direcções os objectos que empurramos, o que não era possível realizar nos outros jogos. Nos quick time events, os botões que se devem clicar deixaram de aparecer gigantes no centro do ecrã e passaram a estar mais pequenos no respectivo lugar de cada botão, como por exemplo: o X aparece na parte inferior do ecrã, o Círculo à direita, etc., de modo a não tapar o que se está a passar no jogo. Outra das novidades são os itens que podemos usar no jogo que podem ser usamos para atacar inimigos como armas, mas, como são necessários para avançar na história, existe uma 3ª barra abaixo da barra de magia que se enche automaticamente após a sua utilização.

 'Come here, I promise I won't hurt you...'


No que toca à longevidade… digamos que é o calcanhar de Aquiles do God of War 3 visto que o jogo de passa em cerca de 10 horas. Mas para compensar esse facto, a Santa Monica criou alguns desafios (que também se passam rapidamente) que poderemos completar assim que acabarmos a história e adicionou vários vídeos sobre a produção deste jogo para nos entreter por mais algum tempo.


Resumindo: Este é um jogo excelente com gráficos espectaculares, um som de ficar com a boca aberta, uma história mesmo muito boa e um final épico. Porém, algumas dúvidas foram deixadas no ar propositadamente depois deste jogo, mas foi recentemente anunciado God of War: Ghost of Sparta para a PSP, que será uma prequela e que deverá esclarecer os jogadores acerca estas questões sem resposta.



Opinião pessoal: Este foi o meu primeiro jogo para a PS3 e penso que não podia ter começado melhor! Eu adorei o jogo e penso que pode ser candidato a GOTY, apesar da forte concorrência. Aconselho vivamente a compra deste jogo, porém não o joguem sem jogar os dois primeiros antes, até porque o 3º começa exactamente onde o 2º acaba. Comprem o God of War Collection, uma adaptação para PS3 que inclui o GoW e o GoW2, ou então adquiram o God of War Trilogy, que tem os três jogos.


 Os gráficos de Kratos são dos melhores até à data, mas como nem todas as personagens estão tão bem detalhadas, os gráficos perdem alguns pontos.


 
Banda sonora épica, como sempre e vozes perfeitamente enquadradas nas personagens. Nota: apenas são avaliadas as vozes originais (inglês).




Várias alterações na jogabilidade em relação aos jogos anteriores e cenários enormes.
Uma história que decerto quererão reviver mais tarde. No entanto, podiam ter “esticado” um pouco mais o jogo.



História muito boa com várias reviravoltas e um fim espectacular.