quarta-feira, 4 de novembro de 2009

WTF Top 10: Melhores Atmosferas num Videojogo



No top desta semana vamos enumerar as 10 melhores atmosferas num videojogo, ou seja, os ambientes mais bem construídos e imersivos já feitos nos videojogos, ao longo dos anos temos visto mundos verdadeiramente imersivos, cheios de magia e cor e outros negros, hostis e extremamente perigosos. A rotina é a mesma, fiquei com o Top e se não gostarem, acedam aos comentários ou calem-se para sempre!
Fiquem com o top:





LIBERTY CITY - GTA IV
Grand Theft Auto IV, um enorme jogo cheio de actividades e coisas para fazer, podem roubar um carro e matar peões inocentes ou jogar uma partida de snooker, vocês decidem, uma história excelente e jogabilidade e gráficos a condizer, um grande jogo em todos os aspectos, mas estaríamos a mentir se dissesemos que a cidade de Liberty City não é uma parte importante do jogo, pois é e muito! A Rockstar conseguiu recrear de maneira perfeita uma verdadeira metrópole, desde os cidadãos a realizar as suas tarefas rotineiras até ao enorme fotorrealismo dos veículos e edifícios, sem dúvida uma cidade cheia de vida!







AS CAMPANHAS DE LEFT 4 DEAD
Agora aqui está uma escolha controversa... Left 4 Dead, o fenómeno cooperativo da Valve não é nada orientado para a história, mas existe algo nos "níveis" deste jogo, desde dos sons arrepiantes que denunciam a chegada de um Tank ou de uma horda, até ao choro de uma Witch e o seu agressivo desperte, Left 4 Dead tem destes momentos que nos fazem realmente apreciar toda a sua atmosfera.






A WASTELAND - JAK 3
Sermos atirados para um deserto depois de termos salvo a própria cidade que nos condenou não é nada agradável... Felizmente somos salvos por um bando de renegados que construíram uma pequena cidade no meio do nada, mas como na Wasteland nada é de graça, vamos ter de pegar no nosso buggy e lançarmos-nos por esse mundo fora, lutando contra bandidos e enormes criaturas chamadas Metal Heads, devo dizer que a Wasteland foi um dos mundos de jogo que mais me deu prazer em explorar, todas as cavernas, templos e minas foram muito bem desenhados e atravessar este enorme deserto com o nosso buggy é uma delícia! Naughty Dog, tragam o Jak de volta!







APERTURE SCIENCE ENRICHMENT CENTRE - P0RTAL
Nos corredores do Enrichment Centre na maior parte das vezes, apenas vão ouvir o som do vento a passar pela infinidade de corredores brancos enquanto tentam resolver os geniais puzzles de P0rtal, o genial jogo da Valve, até os insultos sarcásticos de GlaD0s vão parecer reconfortantes, a solidão é extrema e não qualquer jogo que acaba por vos fazer simpatizar com um cubo branco inanimado (desculpa lá aquilo, Companion Cube...), sem dúvida uma atmosfera imersiva que todos devem experimentar.






ODDWORLD - ODDWORLD SERIES
Dos desertos às florestas até às fábricas e templos... Oddworld é daqueles jogos que nos faz parar e "respirar" o mundo e a sua ecologia, pelo menos nas partes das florestas e desertos, parem um pouco e apreciem a vida selvagem, dois Scarabs a lutar ou um grupo de Paramites a partilhar as larvas que encurralaram, Oddworld tem destes momentos que nos fazem quer realmente rebentar com as fábricas e industria dos maléficos Gluckons. Uma série que à muito não aparece, não acham que já está na hora, OI?







USG ISHIMURA - DEAD SPACE
Talvez um dos ambientes mais claustrofóbicos dos últimos anos, Dead Space é considerado por muitos, o clássico de survival horror desta geração, nos corredores sujos e apertados da nave mineira, Isaac fará tudo para sobreviver a esta terrível invasão, o pânico é sempre palpável, a Ishimura é sem dúvida uma das melhores atmosferas de sempre! Mas quem ficou à frente?









SILENT HILL - SILENT HILL 2
Silent Hill 2 é daqueles jogos... O único jogo que realmente me meteu MEDO, toda a sua atmosfera entranha-se na cabeça do jogador e absorve-o por esses corredores encardidos e essas ruas de nevoeiro, as animações estão excelentes, desde as terríveis manequins até ao aterrador Piramid Head... Oh... Piramid Head...









THE CAPITOL WASTELAND - FALLOUT 3
Na paisagem desolada de Fallout, somos capazes de já termos testemunhado fenómenos dramáticos, como um indefeso Wastelander ser brutalmente mutilado por um Death Claw ou Raiders a rirem-se depois de terem armado um explosivo nas costas de uma pessoa qualquer, cabe a vocês ajudarem-no... ou não, a Wasteland é um lugar cru e negro recheado de violência, onde cada minuto é uma luta pela sobrevivência onde só os mais fortes prosperam, podem afogar-se nas drogas ou vendê-las, podem salvar Megaton e viver lá ou podem detonar a bomba que fica no meio da cidade e moverem-se para a luxuosa Tenpenny Tower, o que vocês fazem para sobreviver depende apenas de vós, mas lembrem-se, aqui não há espaço para emoção e camaradagem, apenas um ambiente hostil e violento onde ninguém levantará um dedo que seja para ajudar alguém.









CITY 17
"Bem-vindo a City 17", é assim que somos cumprimentados por uma mensagem gravada, na estação de comboio, "O último bastião seguro para a humanidade", ora ouvindo isto pensamos que vai ser agradável certo? CERTO? ERRADO! Basta passarem cinco minutos para mudarem a vossa opinião completamente, basta olharem para o descontentamento dos habitantes, passarem por um beco e verem os arrepiantes Combine a espancarem alguém, é talvez este choque que torna City 17 tão imersiva e realista, nesta distópia num futuro distante não existe felicidade, apenas lei marcial que pune seriamente quem a infringir e é isso que lhe garante o nº2 na nossa tabela, quem será o primeiro?









RAPTURE - BIOSHOCK
"I chose Rapture!" Palavras de um visionário, Andrew Ryan, que escolheu o impossível, uma cidade debaixo de água, onde apenas os melhores, dos melhores poderão viver, infelizmente, a ciência evoluiu mais rápido do que a maturidade humana e a cidade caiu... Controlamos um sobrevivente de um acidente de avião que se salvou e entrou nesta cidade caída, um verdadeiro inferno, povoado por sobreviventes loucos e pequenas meninas arrepiantes, Rapture é simplesmente LINDA apesar de estar na completa miséria, nunca um mundo de jogo pareceu mais vivo, um esplendor mesmo, com uma art-deco típica dos anos 50 e uma organização realista e bela, tudo em Rapture é mágico, até pequenos detalhes como um gira-discos ainda a funcionar ou grandes detalhes como Sander Cohen a encenar um espetáculo, existe algo de mágico nestas "aberrações" que tornam Rapture a melhor atmosfera num videojogo de sempre!



Bom chegamos ao fim de mais um top, acedam aos comentários e digam o que acharam, para a semana há com o RBchaos.

Sem comentários: