sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Avaliação de "Anjos e Demónios"



Nome: Anjos e Demónios
Género: Literatura Estrangeira
Publicadora: Bertrand Editora
Escritor: Dan Brown
Nº de páginas: 582
Data de Publicação: Maio de 2000


582 páginas?! 582?! Nós somos WTF, mas não assim tanto para lermos 582 páginas! - devem estar a perguntar-se vocês

Meus caros amigos, estas 582 páginas, são 582 páginas que dificilmente se aborrecerão de ler! Dão por vocês e já chegaram as 150!

Anjos e Demónios, escrito por Dan Brown, conta a primeira aventura de Robert Langdon (antes do Código Da Vinci) em tentar descobrir uma antiga irmandade secreta: Os Illuminati

Os Illuminati, como dá para calcular pelo nome, são os Iluminados, génios, dos quais Galileu fazia parte e um escultor que não revelararei o nome por motivos óbvios; têm de ler para saber!

O livro mistura ficção científica, quando o CERN, uma das mais poderosas organizações científicas, vêm um dos seus cientistas mortos e a sua descoberta roubada: A anti-matéria!

Sendo a "matéria" mais explosiva já descoberta, a antimatéria é colocada na cidade do Vaticano com o intuito de a destruir... Sabem quem fez tal coisa? Illuminati!

Quando chegarem por volta das 200 páginas e a história começar a desenvolver-se de uma forma mais interessante ainda, perceberão, que a antimatéria é apenas uma fachada para aquilo que se revela ter o conhecimento da história dos grandes génios Illuminati, assim como desvendar os enigmas que poderão conduzir à salvação da cidade.

Surge outro problema; decorria o Conclave, a cerimónia onde se escolhe o novo Papa, e os Preferetti (os 4 cardeais preferidos para assumir a posição), foram raptados e serão executados a cada hora que decorre, a começar às 20:00 h.
À meia-noite, a anti-matéria destruirá toda a cidade do Vaticano e parte de Roma.

Robert Langdon, professor de História, tem de superar enigmas e desafios que nunca esperou.
Os Illuminati voltaram, será que ele os consegue parar?

Usando também a ajuda do Carmelengo (camareiro do antigo Papa), eles têm de parar esta ameaça e impedir que a cidade do Vaticano seja destruída, assim como manter a honra da Igreja.

A história é interessantíssima, e eu que não sou adepto do que seja relacionado com a religião, considero este livro grandioso.

Posso ainda dizer que é cheio de reviravoltas, traições, e tudo mais que possam imaginar.

Sem dúvida, um grande livro.

Nota: 8/10

Sem comentários: