quinta-feira, 27 de agosto de 2009

«The Chase» - A minha primeira curta-metragem

Pois é, cá está ela; a minha primeira curta metragem. É de acção por isso não esperem um enredo que vos faça cair o queixo. O objectivo primário do filme é a acção, a história também entra é claro, e SE, SE fizermos um 2º The Chase será mais aprofundado claro...
Mas por enquanto não temos nada planeado.

Dado que o áudio na parte final tem alguns problemas, criei legendas em Inglês, das quais o YouTube traduz para Português se assim o desejarem.

Equipas:

Ruben - T-shirt "Rule"
André - Blusa laranja

Martin - Camisa branca
Alexandre - Chapéu laranja



Ficha Técnica:


Realizador - Ruben

Produtor - Ruben

Suporte Técnico - Martin

Suporte de Armas - André; Alexandre

Operadores de câmara - André; Martin




domingo, 23 de agosto de 2009

Aviso relativo a Shadow Complex


Como seria de esperar já saiu um update para a versão Trial do jogo arcade Shadow Complex. Se ainda o quiserem jogar de borla, não façam o update, o único inconviniente é que enquanto o jogam, não podem estar ligados ao LIVE, têm de estar offline.
Portanto, não façam o update se quiserem poupar 10€ :P

Análise de "Shadow Complex"


Shadow Complex, um dos mais recentes sucessos do Xbox Live Arcade, desenvolvido pela Chair Entertainment e Epic Games, criadores de Gears of War, foi prometido como sendo um dos melhores arcades que o XBLA teria. Adivinhem: estavam correctos!

Usando o método da batota para desbloquear o jogo completo gratuitamente, como demonstrei ontem, Shadow Complex surpreendeu-me... Eu até tinha ficado de pé atrás com a Trial, já que o jogo custa 10€, mas usando aquele glitch no sistema, tirei as minhas dúvidas; o jogo é mesmo bom!

A trama é um pouco estranha; o enredo centra-se num homem que vai atrás da sua namorada que se infiltrou numa base secreta sem saber. Aí pega em armas e tenta salvá-la, mas quando descobre que aquela base de operações quer matar o Vice-Presidente para libertar a cidade e serem eles os chefes daquilo tudo, ele decide que para além de salvar a namorada, têm de parar aquela ameaça... Claro que não a vai parar com uma pistola de caca, vai usar armaduras especiais desenvolvidas pela própria base, que ele roubou, assim como armas mais poderosas, mísseis e muito mais...

O jogo funciona como um shooter side-scrolling com elementos de RPG à mistura; ou seja exploração, podemos evoluír a nossa saúde, os nossos escuros and so on and so on...

Como devem ter percebido, é um shooter side-scrolling MAS tem elementos de 3D; como por exemplo, podemos alvejar os inimigos que se encontram enquadrados já em partes 3 dimensões (ou seja, profundidade). Não é tão simples alvejá-los, mas não é nada de especial também...

Depois existem os Big-Bosses, que passam por ser aranhas-rôbos gigantes, gajos com armaduras muito poderosas, outro tipo de máquinas armadas até aos dentes e outras variantes dos mesmos.

Em termos gráficos, está excelente! Gráficos muito bons para um jogo arcade, sem qualquer dúvida! A jogabilidade como já disse é muito boa e a banda sonora não desilude, assim como os sons das armas, explosões e derivados...

A campanha pode demorar 5 horas na dificuldade Hardcore SE tentarem passar o mais depressa possível, porque se tentarem encontrar a maioria dos itens, chega facilmente às 10 horas de jogo, o que proporciona uma boa experiência Single-Player.

O jogo não tem Online infelizmente, por isso terão de se contentar com apenas o Single-Player.

Mas como já devem ter percebido, é um bom jogo!


Nota: 91%

sábado, 22 de agosto de 2009

Como obter o jogo Shadow Complex gratuitamente


Antes de mais, eu sei o que vocês devem estar a pensar: Shadow Complex gratuito? WTF?!
É possível, acreditem em mim. Eu próprio o testei!
O que têm de fazer é sacar a Versão de Avaliação que está no LIVE e passá-a até ao ponto onde terão de defrontar a aranha robô gigante. Ai, destruam-na e quando estiver a explodir, pressionem Start várias vezes até vos aparecer no ecrã o menu: Continuar, Carregar Último Jogo Gravado...
Aí, clicam em Carregar Último Jogo Gravado et voilá!
Shadow Complex, completo!
As únicas desvantagens é que não podem desbloquear achievements e não têm acesso ao multiplayer.
Mas é sempre uma boa maneira de experimentar o jogo e se realmente gostarem, nada melhor que o comprarem :]

Section 8 - Hands On


Tal como fiz com Arkham Aslyum, aqui está o Hands On em vídeo da demo do jogo Section 8, um FPS exclusivo XBOX 360 e PC, que aparente ser bom, bem ao estilo de Unreal Tournament.







sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Crítica do filme "Angels & Demons"



IMDb - 6.8/10

Metacritic - 48/100

Realização - Ron Howard

Género - Thriller | Drama

Livro? Autêntico espectáculo!
Filme? Razoavelzito!

Baseado no livro de Dan Brown, Anjos e Demónios, o filme homónimo conta a mesma história de uma maneira diferente...
Compreendam que é impossível colocar 582 páginas num filme de 2:30 horas.

Se leram o livro, como eu, vão sentir-se desiludidos; se não o leram, até são capazes de achar interessante.

Estas são as duas maneiras de ver a coisa...

Vamos à sinopse:

O assassinato de um cientista faz com que o professor de simbologia Robert Langdon (Tom Hanks) e Victoria Vetra (Ayelet Zurer), filha do homem morto, envolvam-se com a sociedade secreta dos Illuminati . As pistas levam a dupla ao Vaticano, onde uma conspiração envolvendo o assassinato de cardeais, às vésperas da eleição do novo Papa, coloca-a em perigo.

O filme tem o seu interesse, especialmente para aqueles que apreciam o tema ou estão familiarizados com o mesmo.

Mas, como já referi, o filme difere em alguns aspectos do livro, e alguns desses aspectos eu considero essenciais. Poderia estar melhor trabalhado nesse aspecto, mas não há nada a fazer.

Angels & Demons é um bom/razoável filme, dependendo se leram o livro ou não.

Para quem não leu, pode ser que gostem, para quem leu... fica com um gostinho amargo na boca.
Mas isso é convosco!

Nota: 7.1/10

Avaliação de "Anjos e Demónios"



Nome: Anjos e Demónios
Género: Literatura Estrangeira
Publicadora: Bertrand Editora
Escritor: Dan Brown
Nº de páginas: 582
Data de Publicação: Maio de 2000


582 páginas?! 582?! Nós somos WTF, mas não assim tanto para lermos 582 páginas! - devem estar a perguntar-se vocês

Meus caros amigos, estas 582 páginas, são 582 páginas que dificilmente se aborrecerão de ler! Dão por vocês e já chegaram as 150!

Anjos e Demónios, escrito por Dan Brown, conta a primeira aventura de Robert Langdon (antes do Código Da Vinci) em tentar descobrir uma antiga irmandade secreta: Os Illuminati

Os Illuminati, como dá para calcular pelo nome, são os Iluminados, génios, dos quais Galileu fazia parte e um escultor que não revelararei o nome por motivos óbvios; têm de ler para saber!

O livro mistura ficção científica, quando o CERN, uma das mais poderosas organizações científicas, vêm um dos seus cientistas mortos e a sua descoberta roubada: A anti-matéria!

Sendo a "matéria" mais explosiva já descoberta, a antimatéria é colocada na cidade do Vaticano com o intuito de a destruir... Sabem quem fez tal coisa? Illuminati!

Quando chegarem por volta das 200 páginas e a história começar a desenvolver-se de uma forma mais interessante ainda, perceberão, que a antimatéria é apenas uma fachada para aquilo que se revela ter o conhecimento da história dos grandes génios Illuminati, assim como desvendar os enigmas que poderão conduzir à salvação da cidade.

Surge outro problema; decorria o Conclave, a cerimónia onde se escolhe o novo Papa, e os Preferetti (os 4 cardeais preferidos para assumir a posição), foram raptados e serão executados a cada hora que decorre, a começar às 20:00 h.
À meia-noite, a anti-matéria destruirá toda a cidade do Vaticano e parte de Roma.

Robert Langdon, professor de História, tem de superar enigmas e desafios que nunca esperou.
Os Illuminati voltaram, será que ele os consegue parar?

Usando também a ajuda do Carmelengo (camareiro do antigo Papa), eles têm de parar esta ameaça e impedir que a cidade do Vaticano seja destruída, assim como manter a honra da Igreja.

A história é interessantíssima, e eu que não sou adepto do que seja relacionado com a religião, considero este livro grandioso.

Posso ainda dizer que é cheio de reviravoltas, traições, e tudo mais que possam imaginar.

Sem dúvida, um grande livro.

Nota: 8/10

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Anunciada Playstation 3 Slim



Ontem estava a navegar na internet como de habitual (não tenho mais nada para fazer) e encontrei notícias sobre a "nova" PS3, a chamada: «PS3 Slim»
Esta vai ser disponibilizada a 299€ no dia 28 de Agosto e vai ser diferente por fora e por dentro. O disco será de 120 GB e a PS3 parece uma... balança!
Fiquem com as imagens:

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Christian Bale - WTF Moment


E é com Christian Bale que começamos a série dos "WTF Moment". Como podem perceber, Bale é o protagonista deste episódio e demonstra como fica quando alguém o leva ao extremo da sua paciência...



«The Chase: Speed is Everything» Non-Official Commercial


O Martin também decidiu fazer "um anúncio" para o nosso filme. Pois bem, aqui fica ele e se não tiveram oportunidade de ver o primeiro, cliquem aqui.

Ah e quase me esquecia, votem 5 estrelas em ambos :P

Teaser de «The Chase: Speed is Everything»


Já estavam ansiosos pelo trailer da curta metragem que estou a dirigir? Por agora vão ter de se contentar com o Teaser.

Já agora, se não tiverem uma ideia do que se trata eu digo-vos. É um filme de acção, que só pelo nome dá para ver o que trata, dirigido e produzido por mim (RBchaos), mas que não seria possível sem o Martin, que nos deu o suporte técnico (obrigado Martin) e sem o André Santos, que nos deu o suporte nas armas (obrigado André). Se sería possível sem o Alex, até acho que seria, mas se não fosse ele não teríamos umas fotos sugestivas...

As gravações terminarão no dia 17 de Agosto (esperamos) e o vídeo virá para o ar o mais depressa possível, mas mantendo a qualidade.
No dia 18 de Agosto terão a data exacta.

Update: Tal como eu digo, este filme está amaldiçoado, de modo que as gravações terminarão no longíquo dia 24 de Agosto... A ansiedade é muita, mas a frustração ainda maior...

Fiquem com o teaser:


quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Notícias - Wet



Aqui vai um tipo de "primeiras impressões" sobre um dos títulos mais esperados deste ano: «Wet»

Rubi Melone é a protagonista e vai unir armas de fogo e espadas com uma variação
enorme de acrobacias...
A heroína do jogo tem uma expriência enorme em operações secretas que envolvem assassinatos, os chamados Wet Works que dão o nome ao jogo. Assassinar é o que Rubi faz melhor, não furtivamente (como por exemplo Sam Fisher, de Splinter Cell ou Snake, de Metal Gear Solid), mas com o máximo de estrondo, e com acrobacias, pistolas e espada, Rubi mata dezenas de inimigos por cenário a um ritmo que se quer sempre rápido. Wet não vai dar aos jogadores a oportunidade de estudar o cenário (Como em Arkham Asylum por exemplo) porque neste jogo, parar é morrer(já que os inimigos estão sempre a disparar).

Eliza Dushku (tambem conhecida por "Buffy, a caçadora de vampiros") dá a voz à protagonista.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Mortal Kombat Armageddon - Códigos



Têm o Mortal Kombat Armageddon?
Não vos apetece jogar no "Konquest" para desbloquear as personagens?

Então aqui têm uns códigos para aproveitarem bem de todas as personagens do jogo...

Primeiro vão à "Krypt" e encontrem a caixa com este símbolo: ? (Basicamente pressionem L1 ou R1 até o encontrarem no canto inferior direito)

Desbloquear "Blaze": Triângulo, Quadrado, Esquerda, L1 , Esquerda Circulo

Desbloquear "Taven": L2, Esquerda, L1, Cima, Círculo, Baixo

Desbloquear "Meat": Cima, Quadrado, Quadrado, Círculo, Círculo, Cima

Desbloquear "Daegon": R1, L1, Triângulo, Baixo, Baixo, QuadradoAEGO

domingo, 9 de agosto de 2009

Primeiras Impressões de Batman: Arkham Asylum


Fica aqui uma gameplay comentada por mim sobre as minhas primeiras impressões (tipo Hands-On) da demo do jogo Batman Arkham Asylum.





sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Crítica do filme "Back to the Future"


IMDb - 8.4/10

Metacritic - N/A (filhos da...)

Realização - Robert Zemeckis

Género - Ficção Científica; Aventura

Perguntem aos vossos pais ou avós; sim, este filme é um clássico.

Back To The Future conta a história de um típico adolescente americano nos anos 80, que quando um amigo seu, um cientista um pouco para o maluco, lhe pede para ir ter com ele e levar a câmara de filmar... qual não é a sua surpresa que vê aquilo que ele iria filmar era uma máquina do tempo inventada pelo cientista!
Entretanto um acidente acontece, e eles são abordados por líbios que os tentam matar porque o cientista (vamos chamá-lo de Doc.), enganou-os com o plutónio (que é o que permite que a máquina do tempo funcione).
Então, Marty (o adolescente), mete-se no carro e arranca para não ser apanhado. Ele ultrapassa os 140 km/h que é a velocidade a que a máquina do tempo os transporta para a data pretendida e vai parar a 1955, o tempo dos seus pais...
O grande problema é que ele impede que os seus pais se conheçam... e se os seus pais não se conhecerem, ele não nasce... por isso tem de pedir ajuda ao Doc. de 1955 para voltar a 1985 depois de fazer com que os seus pais se apaixonem... só que... não há plutónio!

O enredo é cheio de reviravoltas e paradoxos; para mim, Back to the Future é um filme inteligente, talvez um dos filmes mais inteligentes que a indústria cinmetográfica já conheceu.





Se quanto ao enredo estamos conversados, passemos à representação.
Michael J. Fox que desempenha o papel de Marty, tem uma excelente performance, sem sombra para dúvidas (eu gostei muito) e o Doc. (Christopher Lloyd) é um personagem memorável. Sempre acelarado, atrapalhado, com uma personalidade muito característica... neste aspecto o filme não desilude. Aliás, não desilude em ponto nenhum!

Até os efeitos visuais são excelentes para a época em que foram feitos (1985). Basta dizer que Steven Spielberg este envolvido e basta.

Basicamente, Back to the Future é um filme que eu considero simplesmente OBRIGATÓRIO!

Nota: 9.6/10

Existe um blog dedicado apenas à triologia "Back to the Future".
Podem visitá-lo aqui.

Crítica do filme "Fight Club"



IMDb - 8.8/10

Metacritic - 66/100

Realização - David Fincher

Género - Drama (não parece pois não?)

Antes de mais, acho que este foi o primeiro filme que tive de ver duas vezes para perceber o enredo.
Vocês perguntam-se: "É assim tão difícil perceber um filme de porrada?"
Isto não é um filme de porrada! A única coisa relacionada com isso é o título e breves minutos de filme, porque o resto é para esquecer, por isso não esperem non-stop action.

O elenco é excelente, temos Brad Pitt, Edward Norton e Helena Bonham Carter nos papéis principais, a representar de uma forma espectacular.

Existem diversas maneiras de tentar explicar os temas principais deste filme: o vazio da existência humana actual, a falta de direcção na vida, a maneira como a sociedade consumista nos transformou em seres sem verdadeiro propósito, a representação de uma geração perdida, a necessidade de se sentir vivo quando tudo à nossa volta parece oco, a vontade de rebelião e loucura em geral.

Eu adorei este filme e creio que não estou só. O personagem Tyler Durden, para mim, tem de ser das figuras mais bem conseguidas numa película. A nível de discurso, de plano existencial, maneira de encarar as situações, não digo honestidade mas sim franqueza, fazem dele alguém que há-de ficar na vossa memória por muitos anos. Digno de nota: este filme é altamente quotable. Posso não ser grande fã de Edward Norton mas digo-vos já que a sua performance não deixa nada a desejar. Este é um filme que de se certa forma, acaba por assumir marginalmente, uma perspectiva dualista, e isso é bom. É algo que só David Fincher consegue fazer sem parecer forçado. Não me vou alongar pois já teria de entrar no domínio dos spoilers. No entanto vou dizer que o recomendo à força toda, não só pelo enredo e pela representação, como pela fortíssima mensagem e uma banda sonora que me dirigiu imediatamente ao Google.

"We're the middle children of history, man. No purpose or place. We have no Great War. No Great Depression. Our great war is a spiritual war. Our great depression is our lives. We've all been raised on television to believe that one day we'd all be millionaires, and movie gods, and rock stars, but we won't. And we're slowly learning that fact. And we're very, very pissed off."


Nota: 9.5/10

Demo de Batman Arkham Asylum no LIVE


A demo do jogo do Cavaleiro das Trevas já está disponível no LIVE (e na PSN). Eu já joguei e adorei, certamente vocês não quererão perder a oportunidade de o testar.

Download aqui