quarta-feira, 8 de julho de 2009

Antevisão de Borderlands

«por André Franco»

NOME: Borderlands
GÉNERO: FPS/RPG
PRODUTORA: Gearbox
EDITORA: 2K Games
PLATAFORMAS: X360, PS3, PC
DATA DE LANÇAMENTO: Outubro de 2009

Quando foi revelado pela primeira vez em 2008 na Leipzig Convection, Borderlands tinha um conceito muito interessante de misturar elementos de RPG pesados com um FPS puro, mas algumas pessoas acharam que o estilo era demasiado genérico e a paisagem fraca, monótona e sem inspiração. Aparentemente, alguém na Gearbox também pensou assim e decidiu dar ao jogo uma "extreme makeover" (como podem ver nas imagens abaixo).
Borderlands é um FPS/RPG situado no planeta distante chamado Pandora, um planeta desolado no canto da Galáxia que era acreditado como ser um planeta rico em matérias minerais, mas quando várias colónias de humanos lá chegaram não havia nada... Os que ainda tinham dinheiro foram-se embora, mas aqueles que realmente dependiam desta oportunidade ficaram presos e lutam agora pela sobrevivência ou tentam ficar ricos à custa da venda de artifactos extraterrestres. Infelizmente, as recentes mudanças climáticas acordaram terríveis criatura da sua hibernação, o que vai tornar a sobrevivência muito mais díficil, à partida, o jogo parece-se muito com Fallout 3, passa-se numa paisagem desolada, temos de lutar para sobreviver, violência gráfica, elementos RPG misturados com FPS...etc, mas tem algumas diferenças, nomeadamente na jogabilidade e obviamente no grafismo cel-shading, em Borderlands controlamos uma de quatro classes distintas, (as restantes três vão acompanhar-nos na aventura), Mordecai (o magrinho que está a segurar aquela Sniper na imagem abaixo) é o sniper do grupo e safa-se melhor a longa distância, mais tarde no jogo pode tornar-se amigável com uma criatura que se parece com um falcão chamada Bloodwing, Roland (o outro que está sentado no veiculo à esquerda) é um ex-soldado, por isso armas são a especialidade, também pode curar os seus colegas e tem um stock ilimitado de munições, Lilith (a única rapariga do grupo) é uma Siren e tem poderes sobrenaturais como criar escudos protectores, retardar o fogo inimigo e aumentar temporáriamente as abilidades dos seus colegas, e finalmente, Brick (o grandalhão) que é, essencialmente, um tanque humano capaz de matar os seus inimigos com os próprios punhos!

Conheçam a equipa!


Em Borderlands, evoluimos as habilidades e os níveis da nossa personagem enquanto matamos inimigos, completamos missões, conduzimos veiculos e coleccionamos armas e equipamento. Uma das características mais curiosas deste jogo é que a Gearbox criou um sistema de AI que faz as armas por si só, alias o jogo já conta com mais de meio milhão de armas!! E das mais variadas possíveis como uma pistola que usa cápsulas de caçadeira ou uma espingarda que lança mísseis.
O melhor deste jogo talvez é o Coop promisor que o jogo trás, 4 pessoas podem juntar-se via Live ou Split-Screen e jogar o jogo inteiro sempre com a personagem que criaram, ou seja, imaginem que estão no nível 10 em SinglePlayer e não conseguem passar um determinado obstáculo, podem convidar o vosso amigo nível 40 para o vosso jogo para ele vos ajudar! Podem explorar o mundo e procurar armas e equipamento, trocar equipamento, e matar ondas e ondas de inimigos para "facturarem" imensas recompensas, bem ao estilo do MMO World of Warcraft parece proporcionar horas e horas de vício.

Bordelands é capaz de ter as armas mais originais num FPS!

Esta não esperavas tu!

Agora vamos falar da componente técnica, neste campo não sabemos muito para além do grafismo que está muito bom! A direcção artística está simplesmente deliciosa, as personagens estão muito bem desenhadas e as criaturas estão lindas, portanto, escusado será dizer que a mudança de estilo foi um passo sensato.
Borderlands é um titulo promissor que mistura FPS com RPG e um CO-OP que promete deixar os gamers colados aos LIVE, esperem que este jogo aterre nas lojas em Outubro deste ano!


Ora aqui está algo que não se vê muitas vezes...

GRAU DE EXPECTATIVA: Médio-Alto

Sem comentários: